Olá pessoal,

Selecionei algumas questões com itens sobre alguns dos novos temas do programa de economia do CACD. São de provas do CESPE e incluem temas como bens públicos, externalidades, análise custo benefício e economia institucional.

Inscreva-se para receber atualizações do site, inclusive o gabarito dessas questões, que será postado nos próximos dias.

PARA SE INSCREVER, INSIRA O SEU E-MAIL ABAIXO DE “SEGUIR BLOG VIA EMAIL” NO MENU LATERAL DIREITO DO SITE.

Veja também nossa programação de cursos com os novos temas do edital 2017:

Curso presencial

Cursos online

QUESTÕES DE ECONOMIA – NOVOS TEMAS DO EDITAL

  1. (CAMARA DOS DEPUTADOS 2014) Acerca das funções e do papel do Estado e de conceitos relacionados aos bens públicos e semipúblicos, julgue os itens que se seguem.

(   ) O controle eficaz das fronteiras de um país é considerado um bem público típico, sendo não rival e não excludente. A oferta desse tipo de serviço é caracterizada tipicamente como o exercício da função alocativa.

(   ) Em economias modernas, é consenso que o estímulo a setores considerados estratégicos, por meio do fornecimento de crédito subsidiado, é considerado um instrumento eficaz de desenvolvimento econômico e social, fato esse que gera eficiência econômica.

(   ) Do ponto de vista econômico, um bem público é aquele que reúne características de rivalidade e exclusão. Contrariamente a essa concepção, o atendimento médico é rival e excludente, sendo economicamente caracterizado, portanto, como bem privado. Em um ambiente de escassez de recursos, as filas nos hospitais demonstram um típico sistema de racionalização de demanda, surgido endogenamente pela ausência de um sistema de preços.

(   ) Em mercados competitivos, recursos escassos de uma economia são alocados conforme critérios de produtividade. Caso a distribuição de renda resultante seja diferente da desejada pela sociedade, o governo pode atuar no sentido de redistribuir os recursos. No Brasil, a partir do Plano Real, observa-se uma tendência de concentração de renda no combate ao processo inflacionário.

(   ) A provisão de um sistema legal que permita a existência de ambiente institucional em que empresas e indivíduos possam realizar trocas voluntárias não integra as funções típicas do Estado em uma economia moderna. Após as crises de 1929 e de 2008, chegou-se à conclusão de que o sistema legal deve evitar a exploração da classe trabalhadora, limitando ao máximo a liberdade econômica.

 

  1. (CAMARA DOS DEPUTADOS 2014) No que se refere a custo de oportunidade, externalidades e avaliação de projetos, julgue os itens a seguir.

(   ) Na avaliação de projetos governamentais, os preços de mercado para benefícios e custos que envolvam falhas de mercado não devem ser usados por não refletirem benefícios e custos marginais para a sociedade.

(   ) Nos mercados afetados por externalidades positivas, há alocação ineficiente de recursos.

(   ) Os mercados privados são incapazes de lidar com os problemas gerados por externalidades negativas.

(   ) O custo de oportunidade de um projeto é representado pela soma dos retornos não obtidos em todos os projetos alternativos a esse projeto.

 

  1. (CAMARA DOS DEPUTADOS 2014) Julgue os próximos itens, referentes ao Estado brasileiro e a política industrial.

(   ) Uma das justificativas para a adoção de políticas industriais no Brasil ao longo do século XX foi a proteção à indústria nascente. Tal argumento só é válido se o custo marginal de produção de cada firma diminuir com o volume produzido por todas as firmas ao longo do tempo.

(   ) Um argumento tradicionalmente apontado na literatura para justificar incentivos governamentais à indústria é o de que este setor tem maior “encadeamento” com o restante da economia quando comparado à agricultura e aos serviços, pois demanda insumos de outros setores e tem maior capacidade de geração de empregos.

(   ) A criação de uma empresa estatal para operar um setor no qual haja monopólio natural pode elevar o bem-estar social.

 

  1. (DPU 2016) Julgue os próximos itens, relacionados com as experiências históricas e políticas de desenvolvimento econômico.

(   ) A política de desenvolvimento industrial no Japão pós-guerra baseou-se em uma estratégia protecionista e contou com a intervenção direta do governo.

(   ) Apesar do processo de industrialização proporcionar o crescimento da renda per capita, esse mesmo processo aumenta a desigualdade de renda.

 

  1. (DPU 2016) Em relação à economia do setor público e aos objetivos da intervenção governamental na economia, julgue os itens a seguir.

(   ) Na presença de externalidade positiva, o mercado produz resultado socialmente ótimo em termos de bem-estar.

(   ) O monopólio natural é exemplo de bem não rival, porém excludente.

(   ) O transporte coletivo urbano constitui um exemplo de bem público clássico.

 

  1. (DPU 2016) Com relação às teorias relacionadas ao desenvolvimento econômico, julgue os próximos itens, considerando o papel do governo na economia.

(   ) Para a escola desenvolvimentista de inspiração cepalina, o mercado de trabalho informal é resultado do excesso de regulamentação do mercado de trabalho.

(   ) De acordo com a teoria cepalina, o governo deveria promover a reforma agrária como forma de aumentar a oferta de alimentos e, dessa forma, reduzir o impacto da inflação estrutural sobre a economia.

(   ) De acordo com a teoria estática da vantagem comparativa, os países deveriam se especializar na produção de bens com menor custo unitário de produção.